O investidor esportivo Ricardo Oliveira avalia as vantagens da legalização das apostas no Brasil

Ricardo Oliveira

A legalização, no Brasil, dos Cassinos e de outros jogos de azar voltou a ganhar força no Congresso. Um grupo de trabalho, criado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, está encarregado de apresentar nova proposta sobre a regulamentação do mercado, para ser votada em plenário até o fim do ano. Enquanto isso, investidores do setor ficam na expectativa dos benefícios que a legalização trará ao país, cidadãos e à profissão. Como Ricardo Oliveira, O Pai das Apostas, que ajuda milhares de pessoas a ganharem dinheiro através dos seus palpites em jogos de futebol.

Investidor profissional há quase três anos, Ricardo Oliveira calcula que haverá maior arrecadação de impostos e geração de empregos: “Hoje, para podermos operar em uma casa de apostas, ela tem que estar hospedada fora do país. A partir da legalização, haverá casas de apostas nacionais que, para existirem, terão que pagar impostos e investir na contratação de profissionais, que também vão declarar Imposto de Renda”.

Os apostadores também pagarão impostos. “Quando você opera na bolsa de valores, por exemplo, e quer sacar um lucro, o imposto já vem deduzido. Creio que quando houver a legalização das apostas, vá funcionar mais ou menos da mesma forma. Ou seja, a pessoa quando fizer um saque, já vai sacar com o imposto deduzido. Ou seja, o país estará arrecadando mais impostos”.

E, com mais dinheiro, Ricardo Oliveira acredita que todo brasileiro será beneficiado, até quem não vive de apostas. “O país terá um imposto novo, ou seja, que não existia. Vai jorrar dinheiro para os cofres públicos. Espera-se que isso mude a vida de todo cidadão residente no Brasil, independente da sua classe social e se ele faz aposta. Espera-se que o governo repasse esse dinheiro para os estados, municípios e para a população, em forma de serviços: saúde, educação, saneamento básico, saúde, segurança etc.”

Reconhecimento profissional

Para os apostadores profissionais como ele, O Pai das Apostas almeja que a legalização traga o reconhecimento tão desejado à categoria: “Muita gente não sabe o que um apostador profissional faz. Com a regulamentação, haverá uma credibilidade muito grande para o investidor esportivo. Nossa profissão será vista como oficial. Quando falarmos que somos apostadores profissionais vão nos imaginar pesquisando estatísticas e probabilidades, se vai sair gol, se não vai, ou seja, teremos nosso trabalho reconhecido”.

Compartilhe nas redes sociais

Conteúdo patrocinado

Essa publicação é de responsabilidade do autor  não sendo de responsabilidade do portal.

Últimas notícias

Mais notícias

Vegana, Feminista e Muito Bem Humorada: A Pluralidade de Alice Neves

Hit Exxxquece do cantor Latino viraliza no Tik Tok

Walter Moraes e João Henry gravam conteúdos juntos

Ritmo de verão estreia dia 27 de novembro no canal da artista Mila Florêncio

Apostador esportivo Ricardo Oliveira abre dicionário com os termos mais comuns entre os apostadores

O empresário Romeriton Paulo pode ser um dos participantes do Big Brothers Brasil 22

Hit “Ela Kika Diferente” viralizou no Tik Tok

Conheça formas de usar a internet para conseguir sua liberdade financeira, o influenciador Iago Peixoto conseguiu empreender utilizando dos meios digitais

No meio da mata e com paredes de vidro, Cabanas da Mata ganha destaque no setor

Influenciadora utiliza moda para promover autoconhecimento para mulheres 50+